top of page

A importância de cuidar da saúde mental do paciente oncológico

Receber o diagnóstico de um câncer é um momento difícil para qualquer pessoa. Pode ser normal sentir-se triste, angustiado e com medo. Como não há controle sobre esses sentimentos, é necessário buscar ajuda psicológica para ter suporte emocional e continuar firme no tratamento oncológico. Tanto o paciente quanto a família podem precisar desse acompanhamento com o foco na saúde mental.



Caso esses sentimentos persistam por mais de duas semanas, é imprescindível procurar a ajuda de psiquiatras e psicólogos especializados em oncologia. Eles podem receitar a combinação de terapias e, no caso da psiquiatria, até mesmo medicamentos, sem prejudicar o tratamento contra o câncer.


Geralmente, os próprios médicos oncologistas podem indicar colegas e clínicas especializadas que possuem serviços de psicologia e psiquiatria com profissionais voltados para essas áreas da medicina.


Como cuidar da saúde mental durante o tratamento oncológico


Um profissional especializado em psico-oncologia, por exemplo, pode ser uma boa escolha para pacientes que buscam suporte emocional para controlar episódios de insegurança, medo e ansiedade diante do diagnóstico e de todo o tratamento de câncer.


Esse psicólogo especializado pode ajudar no enfrentamento e na elaboração de estratégias de autocuidado para manter a saúde mental equilibrada durante o tratamento oncológico, como fazer uma terapia, até mesmo ocupacional, praticar exercícios de meditação, yoga e pilates (dependendo de cada caso) e ter auxílio para melhorar o sono. Um tratamento multidisciplinar, com a ajuda de outras especialidades como nutricionista, pode auxiliar na manutenção de uma alimentação equilibrada, que também contribui para saúde mental.


Procure ajuda e permita-se ser ajudado!

Kommentare


bottom of page