top of page

Quais os estágios do câncer de rim e o que isso influencia no tratamento?

Quais os estágios do câncer de rim e o que isso influencia no tratamento?


O câncer de rim acontece quando o órgão apresenta células anormais, que crescem de forma desordenada e acelerada. Conforme dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2020 foram registrados 431 mil diagnósticos e 170 mil mortes no mundo pela doença. No país, cerca de 12 mil novos casos ocorrem por ano.


O câncer renal é duas vezes mais frequente em homens, principalmente na faixa etária dos 50 aos 70 anos. Essa doença também pode surgir nos primeiros anos de vida: segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), os tumores renais correspondem a 7% de todos os tumores pediátricos.


Diagnóstico de câncer renal e principais sintomas


O diagnóstico precoce aumenta significativamente as chances de sucesso do tratamento do câncer renal. Em diversos casos, a suspeita da doença pode surgir durante a realização de exames de imagens referentes a queixas de dores gastrointestinais.


Dentre os sintomas da doença, os mais comuns são hematúria (presença de sangue na urina), dor lombar, e massa palpável, associados ou não a outros sinais menos específicos, como emagrecimento, perda de apetite, anemia, febre, sudorese (suor) noturna e hipertensão arterial.


Estadiamento do câncer de rim: extensão e gravidade da enfermidade


O câncer de rim pode ser classificado pela extensão do tumor ou pela área afetada. Essa classificação é chamada de estadiamento e facilita a definição do tratamento pela equipe médica.


O estadiamento é realizado em grupos prognósticos de 1 a 4. Valores mais baixos significam um tumor pequeno ou localizado em apenas um dos rins. Já um número maior pode representar um câncer em um cenário mais agressivo e/ou que tenha se espalhado para outras partes do corpo.


No estágio I, o tumor possui até 7 cm de tamanho, localizado somente no órgão;


No estágio II, o tumor mede mais de 7 cm, confinado ainda dentro do rim;


No estágio III, o tumor já se infiltrou nos tecidos ao redor do rim, como o tecido gorduroso, a veia renal e os linfonodos;


No estágio IV, já é possível visualizar metástase em outros órgãos, como pulmões, fígado e ossos.


Tratamentos


Após a confirmação do diagnóstico e do estadiamento da doença, a equipe médica discutirá com o paciente as melhores opções de tratamento, assim como os benefícios de cada opção, seus possíveis riscos e efeitos colaterais.


De acordo com o estágio do câncer renal e de outros fatores, como a condição de saúde do paciente, as principais opções de tratamento podem incluir imunoterapia, radioterapia, crioterapia e, principalmente, cirurgia. Os procedimentos podem ser realizados separadamente ou combinados.

734 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page