Dia do Cirurgião Oncológico traz reflexões sobre importância de acompanhamento médico especializado

O Dia do Cirurgião Oncológico é celebrado no dia 17 de julho pois foi nesta data, em 2017, que o Conselho Federal de Medicina reconheceu a cirurgia oncológica como especialidade, que é preparada para realizar procedimentos cirúrgicos de alta complexidade e atuar de um modo amplo no tratamento do câncer. Portanto, a cirurgia oncológica passou a ser entendida como um ramo da medicina, assim como um urologista é especialista na região do trato urinário, por exemplo.





Anteriormente, a área de oncologia abraçava todo e qualquer tratamento e especialidade que, de maneira ou outra, lidava com câncer. O reconhecimento desta diferença possibilitou a ampliação de tratamentos multidisciplinares, nos quais oncologistas, cirurgiões oncológicos e outras especialidades trabalham juntos em prol do melhor tratamento ao paciente.


O cirurgião oncológico é um profissional com uma caminhada de aproximadamente 11 anos de estudo, envolvendo o curso de medicina, especialização em cirurgia geral e, por fim, especialização na área de cirurgia oncológica. A longa formação é crucial para a melhor adaptação do profissional aos casos específicos da área.


Mas qual a diferença?

Reconhecer a cirurgia oncológica como especialidade possibilitou a abertura de um nicho mais focado e a consequente melhora nos tratamentos. Isso ocorre, pois, permite a criação de equipes multidisciplinares, compostas por oncologistas e cirurgiões oncológicos, profissionais especializados em câncer e focados nesta área médica, o que torna o tratamento mais eficaz.


Quando procurar o cirurgião oncológico

Se for detectado ou houver a suspeita de um tumor, o paciente pode ser encaminhado ou procurar um especialista em oncologia. Este profissional, que acompanha o diagnóstico e o tratamento até o final, pode ser, por exemplo, um cirurgião oncológico - que por sua vez, além de estar presente no curso de todos os procedimentos, é o responsável por realizar as operações cirúrgicas.


De qualquer maneira, o primeiro passo da jornada é o diagnóstico da doença. Quanto mais cedo se der o início do tratamento, melhores são as chances de cura. Busque sempre auxílio médico e cuide da sua saúde: boa alimentação, evitar o tabagismo, praticar exercícios físicos e realizar exames periodicamente são os melhores parceiros para uma vida mais saudável.

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo