top of page

Por que é importante tratar o câncer com uma equipe especializada em oncologia?

O câncer não é uma doença única. O câncer é o conjunto de mais de 100 tipos de tumores, com subtipos diferentes. Cada tipo e subtipo de tumor também tem características diferentes que exigem um tratamento cada vez mais personalizado. Toda essa complexidade torna fundamental que o tratamento seja realizado por uma equipe multidisciplinar especializada em oncologia, que tenha a diversidade de conhecimento necessária para obter os melhores resultados no prognóstico da doença e proporcionar melhor qualidade de vida ao paciente



Essa equipe deve ter em sua composição oncologistas clínicos, cirurgiões oncológicos, radioterapeutas, patologistas, radiologistas, enfermeiro, farmacêuticos, dentistas, nutricionistas, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos, assistentes sociais, entre outros


Muitos estudos científicos mostram que os casos em que o paciente é acompanhado por uma equipe multidisciplinar em todas as fases desde o diagnóstico, os índices de mortalidade podem apresentar redução e de qualidade de vida podem aumentar.


Com o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, o paciente é avaliado globalmente em todas as suas necessidades, de forma individualizada. A equipe consegue conjuntamente definir o plano terapêutico individualizado para cada paciente, levando em consideração todos os aspectos da doença e as condições clínicas e sociais do paciente. Assim, é possível determinar quais os procedimentos serão necessários (cirurgia, quimioterapia, radioterapia, imunoterapia, hormonioterpia), a ordem desses procedimentos, se devem ocorrem simultaneamente, a quantidade de sessões. Também é possível identificar a necessidade de reabilitação e acompanhamento da equipe multiprofissional.


Imagine que um paciente com câncer de bexiga pode precisar fazer uma cirurgia para a retirada do tumor. Mas será que ele também vai precisar de quimioterapia ou radioterapia? A união do cirurgião oncológico, com o oncologista clínico e o radioterapeuta nesse momento de decisão é muito importante, nessa hora já é possível avaliar em conjunto todas as variáveis e chegar a um consenso sobre a definição da melhor conduta terapêutica, isso seria diferente se ele estivesse sendo avaliado somente por um dos profissionais mencionados, pois a visão seria limitada aquela fase do tratamento, sem a possibilidade de avaliar previamente e de forma conjunta todas as alternativas para cada fase do tratamento e da reabilitação.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page