top of page

A relação da diabetes e o paciente com câncer

Os cuidados com a saúde do paciente oncológico durante o tratamento são importantes para uma maior eficiência no combate ao câncer. No caso da pessoa que já tem diabetes, por exemplo, é fundamental ter o controle da doença, pois justamente o foco no momento é seguir o tratamento contra o tumor.


Afinal, o que é diabetes? Essa doença ocorre quando o corpo não produz insulina ou esse hormônio não atua mais da forma adequada. Essa substância, produzida pelo pâncreas, atua no transporte do açúcar do sangue para as células do corpo para ser utilizada como energia. A diabetes, portanto, se não contornada, causa uma alta concentração de açúcar no sangue, condição chamada de hiperglicemia, que pode causar problemas cardiovasculares, na visão e nos rins.


A diabetes é uma doença crônica, ou seja, após o diagnóstico, a pessoa viverá com esse quadro para sempre. O tratamento e estilo de vida pode ajudar a mantê-la sob controle e sem causar mais complicações. Um quadro de diabetes descontrolado, porém, merece atenção imediata, pois pode prejudicar os efeitos do tratamento do câncer. E durante esse período pós-diagnóstico de um tumor, existem alguns riscos para o descontrole da diabetes por causa de possíveis efeitos colaterais dos tratamentos que o paciente pode passar.


Um exemplo é a utilização de corticoides durante as sessões de quimioterapia, medicamentos indicados para evitar náuseas, mas que podem aumentar as taxas de açúcar no sangue. Momentos como a cirurgia e o pós-operatório também devem ser monitorados, pois o risco de infecções pode causar um descontrole da glicemia.



Como fazer o controle da diabetes durante o tratamento do câncer?


A equipe multidisciplinar que atende o paciente deverá não só monitorar, como também orientá-lo em relação ao controle da diabetes durante o tratamento oncológico - de forma personalizada para cada caso. Porém, é possível seguir algumas recomendações gerais:


- Tenha uma dieta saudável: essa já é uma dica para todos, mas se torna de extrema importância quando se fala de um tratamento de câncer de uma pessoa com diabetes. Uma nutricionista oncológica pode ajudar nessa tarefa em saber quais os melhores alimentos a serem escolhidos, especialmente com foco em frutas, verduras e cereais, evitando ao máximo o consumo de ultraprocessados e embutidos.


- Pratique exercícios físicos: a prática de atividades pode ajudar no controle do açúcar feito pelo corpo, como também em evitar obesidade, um quadro que pode prejudicar o tratamento da diabetes.


- Monitore sua saúde física e mental: sempre veja o nível de açúcar no sangue e utilize medicamentos recomendados pelo médico para lidar com a diabetes. Além disso, é importante também estar atento a sua saúde mental, pois o estresse também pode prejudicar o sistema imunológico e até mesmo o controle da diabetes. Busque exercícios e estratégias que possam te ajudar a se sentir mais relaxado e menos ansioso.


Em caso de dúvidas, o importante é sempre conversar com o cirurgião oncológico ou médico oncologista clínico, com o endocrinologista, nutricionista e outras especialidades que podem te ajudar no controle da diabetes durante o tratamento do câncer.

377 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page